Resultados

Registros 1-20 de 800 para a busca

Tipo de documento Manuscrito Y tipo de materia Inquisition - Portugal - Personnel management 

Registros por página:
Ordenar por
Link

1. [Ofício aos inquisidores de Goa dizendo o porquê da sua aceitação para este cargo e pedindo que os outros inquisidores, ministros e oficiais do Santo Ofício da Inquisição de Goa continuem com o bom serviço de que teve notícia.]

Castilho, Pedro de, m. 1613 - 1605
Link

2. [Ofício aos inquisidores da cidade de Goa e partes da Índia comunicando a licença para Antônio de Barros ir ao reino, e em seu lugar fique Gonçalo da Silva, e a nomeação de algumas pessoas, passando provições, aumentando os ordenados, ordenando fazer os asposentados com os bens confiscados, comentando sobre a navegação de navios inimigos.] Documento 4

Castilho, Pedro de, m. 1613 - 1605
Link

3. [Ofício ao desembargador e inquisidor da cidade de Goa, Jorge Ferreira, comunicando a nomeação do bispo de Leiria para inquisidor geral, e o preenchimento de outros cargos, as determinações sobre o processo de João Nunes, a vigílância dos cárceres, sobre as punições para os testemunhos em falso para o segundo casamento, e sobre os gentios batizados que negam a religião.]

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1604
Link

4. [Ofício os inquisidores de Goa e partes da Índia comentando sobre o perdão aos cristãos novos, e comunicando nomeações de Diogo Vaz Pereira como cônego de Évora.] Documento 42

Fernandes, Bartolomeu - 1604
Link

5. [Ofício ao desembargador e inquisidor da cidade de Goa, Jorge Ferreira, para que corra com os negócios desta Inquisição, necessitando de ajuda, poderá escolher um deputado qualquer, informando que a lista dos processos serviu para ordenar o cumprimento do que foi escrito na carta de 1595 em relação aos pagãos, que os gentios que negam a atenção do Santo Ofício devem ser reexaminados pelo promotor, e as nomeações feitas no Santo Ofício.]

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1604
Link

6. [Ofício aos inquisidores de Goa e partes da Índia avisando que ainda vão este ano três vias assinadas por D. Alexandre, inquisidor geral, e também a provisão de notário a Sebastião Rodrigues.]

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1603
Link

7. [Ofício aos inquisidores de Goa e partes da Índia concedendo licença ao inquisidor Antônio de Barros para poder vir ao reino; que se dêem a Paulo Couraça 40 mil réis por ano, até se resolver sobre a sua aposentadoria, e para a viúva de Antônio Pinto se dêem 11 mil réis a cada ano, sobre a lista dos processos que se despacharam nesse Santo Ofício, recomenda se que as acompanhem as suas respectivas causas e advertências dadas pelo Conselho, e comunica algumas nomeações.] Documento 54

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1603
Link

8. [Ofício aos inquisidores de Goa e partes da Índia confirmando o seu nome no cargo de inquisidor geral nos Reinos e Senhorios de Portugal, e dizendo aos inquisidores que continuem normalmente com os negócios do Santo Ofício.] Documento 56

Alexandre, bispo, inquisidor geral de Portugal - 1603
Link

9. [Ofício aos inquisidores de Goa e partes da Índia substituindo do cargo de inquisidor do letrado Baltazar do Amaral pelo também letrado Bartolomeu, pelos muitos e importantes negócios desta Inquisição.]

Alexandre, bispo, inquisidor geral de Portugal - 1603
Link

10. [Ofício ao Conselho Geral aos inquisidores de Goa fazendo queixa de Marcos Gil Frazão, e enviando por Nuno Monteiro uma dúzia de caixas de marmelada.]

Fernandes, Bartolomeu - 1603
Link

11. [Ofício aos inquisidores de Goa informando o muito serviço do inquisidor geral, e o envio de cartas do presidente da Consciência para quando não estiver o inquisidor Marcos Gil Frazão, e de provisões, e solicitando um cargo para Manuel de Matos.]

Fernandes, Bartolomeu - 1603
Link

12. [Diligência sobre Nuno Pereira, da vila do Portel.]

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1603
Link

13. [Ofício aos inquisidores de Goa informando que foi avaliada a lista dos processos despachados nesta Inquisição e, com isso, mandou se cumprir o que diz nas provisões acerca das necessidades dos oficiais desta Inquisição de se fazer o de costume, elogia se a construção da capela na sala da Inquisição, pede se que os processos dos presos sejam despachados o mais rápido possível, avisa se da licença para o inquisidor Marcos Gil Frazão ir ao reino, aprova se a limpeza e a inclusão do padre Francisco

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1602
Link

14. [Provisão ao cargo de escrivão do fisco da cidade de Goa a Manuel de Almeida.]

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1601
Link

15. [Ofício aos inquisidores da cidade de Goa e partes da Índia pedindo que fossem respondidas as cartas vindas de Goa, avisando que o bispo, capelão mor, já estava a par de toda a estrutura e funcionamento da Inquisição.] Documento 97

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1601
Link

16. [Ofício aos inquisidores de Goa e partes da Índia informando que os dois presos que foram entregues à Inquisição estavam com seus respectivos processos, e que a lista dos procesos foi vista no Conselho e estava bem feita, determinando a proibição da presença dos critãos nas pregações dos gentios, dando intruções sobre os autos de fé, sobre os pecados, sobre os privilégios concedidos, entre outros assuntos.]

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1601
Link

17. [Ofício do inquisidor geral de Portugal ao doutor Gonçalo Mendes de Vasconcelos sobre a declaração dos indultos do Santo Ofício.] Documento 101

Lopes, Simão - 1692
Link

18. [Carta aos inquisidores da cidade de Goa a partes da Índia informando o envio de provisão a Manuel de Almeida para o cargo de escrivão do fisco, avisando que se mantêm informações de algumas pessoas para servirem aos ofícios de alcaide dos presos, que o tesoureiro não inove nenhuma despesa, que os guardas sirvam seus ofícios sem provisão, que Henrique Pinheiro não sirva seu ofício de solicitador, que as mercês dos autos de fé sejam dados em dobro aos oficiais e ministros do Santo Ofício e sejam,

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1601
Link

19. [Ofício ao Santo Ofício de Goa confirmando a licença concedida pelo Conselho Geral a João de Sá Barbosa para poder vir a Lisboa, avisando ter feito diversas diligências, e esperando as suas respostas.] Documento 64

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1603
Link

20. [Ofício aos inquisidores da cidade de Goa e partes da Índia informando que o bispo capelão mor lhes escreveu pedindo que fossem respondidas as cartas vindas de Goa, avisando que ele, o bispo, já estava a par de toda a estrutura e funcionamento da Inquisição, e que não dessem ainda a licença para Antônio de Barros ir ao reino.]

Santo Ofício da Inquisição dos Reinos de Portugal - 1601